A importância do escopo na definição da ”melhor” solução técnica para um piso industrial

O melhor piso industrial para uma determinada obra não é o melhor piso possível.

O melhor piso é o que atende todas as necessidades do usuário final com a relação custo-beneficio escolhida pelo proprietário ou investidor.

 

É o piso com a qualidade e durabilidade definida, obtido com o melhor conhecimento técnico e construído com qualidade e custo otimizado. Para chegar a essa definição, primeiro é necessário entender as necessidades do usuário final.

  • Qual será a utilização do piso? Cargas móveis e pontuais previstas, frequência de tráfego, tipo de equipamento, requerimentos de planicidade e nivelamento?

  • Qual é a expectativa estética e funcional para o piso?

  • Qual é a expectativa de durabilidade e frequência de manutenção?

  • Para todas essas perguntas, precisa ficar claro que maiores exigências resultam em aumento de custo.

  • O segundo ponto a ser investigado e conhecido é a condição do terreno.

  • Como é a capacidade de suporte do terreno? Quais as condições de topografia e drenagem?

Para tal, é necessário obter levantamentos planialtimétricos, sondagens e investigações geotécnicas. A partir desses dados, fazemos o dimensionamento prévio, com o melhor conhecimento técnico atualizado.

Sempre existem várias alternativas viáveis, com tecnologia diferenciada, a serem apresentadas de forma preliminar como perfis de piso, para escolha em conjunto com o cliente.

O piso pode ser estaqueado ou não, armado com barras ou telas, protendido, reforçado com fibras estruturais de aço ou sintéticas, ou soluções compostas.

Dependendo dos parâmetros de custo de cada insumo, o piso pode ter maior ou menor espessura, com mais ou menos reforços de vários tipos.

Há ainda a questão logística, que num país como o Brasil, influencia muito na disponibilidade e custo de determinadas tecnologias em algumas regiões.

Justamente, o diferencial do conhecimento técnico amplo e da grande experiência de projetos de pisos e pavimentos resulta na capacidade de apresentar várias alternativas.

Em nossa visão, temos que ser independentes para poder possibilitar a escolha e representar o interesse final do cliente e usuário do piso, e não “empurrar” alguma solução.

Mostrando as vantagens e desvantagens de cada solução e os cálculos preliminares de custos do cliente, possibilitamos que o cliente escolha uma solução otimizada para sua obra.

Somente depois dessa definição, feita com critério e baseada em todas as informações acima, procedemos ao detalhamento da concepção e do projeto de piso, com todas as definições e detalhes necessários para a perfeita execução na obra.

Acreditamos que essa seja a melhor forma de trabalho para obter o melhor piso, tão bom quanto definido e necessário conforme os critérios do cliente. Fazemos isso de forma independente dos fabricantes de insumos ou prestadores de serviços de execução, podendo adotar todas as soluções possíveis no interesse do cliente.

Temos mais de 25 anos de experiência nesse sentido, acompanhando e liderando a evolução das soluções tecnológicas para pisos e pavimentos.

Necessita de um estudo específico para a sua obra? Conte conosco para escolher em conjunto a melhor solução.